Sofia-logo-v7.png

Ser ou Parecer, eis a questão

Lancei nas redes sociais há uns dias uma pergunta para debate que foi: “Para se ter sucesso, é melhor Ser ou Parecer?”. As respostas vieram de muitos lados, com muitos pontos de vista, mas o predominante foi a ideia de que “Parecer” consegue mais frutos do que” Ser”.

Talvez a questão se possa colocar de outra forma: Como é que o Ser pode Parecer aquilo que entende ser o melhor para os resultados que quer ter?



Estamos novamente a pressupor que o Parecer é o ideal e o Ser, o real.

A realidade passa então a ser desinteressante, face a uma imagem que, mesmo que aparentemente perfeita, corre o risco de cair por terra ao mínimo sopro.

Concluímos então que o Ser precisa trabalhar a sua confiança, afirmação e autoridade.

Então pode ser esse o trabalho, cuidar do Ser para que continue a Ser com conteúdo e que, por isso mesmo, acrescente a lealdade e confiança ao resultado final.

E aquilo que parece, será. O que não parece, será ou não.

Numa altura de grandes sobressaltos e mudanças profundas, vale a pena pensar nisto.


Uma Leitura da Aura pode responder à pergunta: “Quem sou eu nestas circunstâncias?”;

O Coaching Pessoal com Storytelling a contornar medos e inseguranças;

O Reiki, a equilibrar-se durante todo processo.