Sofia-logo-v7.png

Reerguer depois de um golpe da vida em 3 passos.

Hoje falamos de fracassos. Desilusões. Frustrações. E como sair destes estados, mais ou menos demorados, que tanto nos deixam sem norte.

O que não nos derruba, torna-nos mais fortes.” Diz a sabedoria popular. Neste cantinho virtual, amparam-se as quedas, enquanto faz o caminho de recuperação da sua força, respeitando passo a passo de um processo que tem os seus desafios.

Vamos lá a cada um deles:


Primeira fase: A vitimização. Digo sem ironia, porque ela é inevitável. Não merecia, não podia ter acontecido na altura em que aconteceu. Como se houvesse uma boa altura para as desilusões! Merece soltar sim a sua dor, é humano e saudável. E se vier acompanhado de gritos e lágrimas, melhor. Porque a alma acaba por esvaziar, fazendo assim a transição para a fase seguinte;

Segunda fase: A ponderação. Uma vez limpo o campo de todos os destroços, há espaço para ver um pouco mais à frente. Partindo do vazio, de uma nova ordem diante daquela que foi interrompida, tira lições, relembra talentos, volta a olhar-se num espelho que sempre esteve lá para “o” e “a” lembrar que está vivo e viva, que é valioso e valiosa e que está na hora de se ajustar ao lado certo da vida. Aquele que se pode finalmente abrir, graças ao que aprendeu a selecionar.

Quando o sorriso voltar a nascer, é altura de avançar para a fase final:

Terceira fase: A ação: É hora de agir, reagir, avançar. É hora de levantar a cabeça, planeando novas estratégias e preparando-se para chegar a outros lugares, com outras rotinas. E tudo acontecerá na altura certa, em que finalmente dirá diante de um brinde ao espelho: “Consegui!”.

Por isso, não lamente as suas perdas. Se perdeu, é porque já não lhe pertencia. Ou perdeu a validade. Siga caminho e prepare-se para novas aventuras.


A Leitura da Aura ajuda a “encontrar-se” nestas encruzilhadas;

O Coaching, a planear o caminho de volta;

E o Reiki, a serenar durante as várias fases.