Sofia-logo-v7.png

Ilusões e desilusões

A ilusão é uma bola de sabão colorida, capaz de refletir nela os lugares mais bonitos e a conjugação de cores mais maravilhosa.

Com algum cuidado, pode ser enorme, enfeitiçando quem a cria, quem deseja, a todo o custo, que aquela bola única resista para lá dos céus, espalhando beleza, magia e originalidade por onde passar.



Mas nunca é assim. Por muito pouco, a bola de sabão desfaz-se, soltando pequenas gotas que caem na pele. Gotas que lembram que sempre foram apenas isso: água misturada com sabão. Nada mais.

Na realidade, podemos escolher viver ilusões. Ou deixarmo-nos ir na ilusão de alguém. Será uma escolha ou uma sedução? Será a escolha da ilusão uma desistência ou uma mera distração? E a ilusão involuntária, é realmente tão perfeita que não deixe pistas?

Caminhemos pois com os pés no chão, coração aberto, mente seletiva e energia protetora, mas recetiva. Aprendendo a lê-la em cada etapa, como um termómetro. Inteiros e inteiras, aceitando em cada momento o que for melhor. Sabendo entrar e sair no momento certo. E seguir em frente rumo àqueles sonhos que comandam a vida.