Sofia-logo-v7.png

Hoje será sempre a semente do que queres ver crescer amanhã.

Não te faltará o vento que parece querer arrastar para longe a tua semente. Espera que ele acalme e volta a pôr tudo no lugar. Ou talvez encontres nessas reviravoltas um solo melhor.



Não te faltará a chuva que tantas vezes inunda mais do que rega. Protege então a tua semente, com o maior carinho que conseguires.


Não te faltará a noite, que adormece a semente, mas que tantas vezes parece eterna. Acolhe-a no coração, onde o seu descanso será aninhado pela intuição que os sonhos oferecem.


Mas também nunca te faltará o sol, que saberá sempre espreitar por entre as nuvens, quando a semente que veio para nascer, precisar da sua luz.


Acredita. No momento certo, ela brotará.