Sofia-logo-v7.png

Aceitar a solidão é a porta que abre a mudança.

Começa dentro. Num desconforto insistente. Numa crescente saturação com conversas, rotinas, perguntas e respostas. Em variações de humor, quase à beira da bipolaridade. E o buraco vai ficando maior, sem compreender o que lhe está a acontecer. Sabendo apenas que a vida tal como a conhecia, se esgotou. E o chão parece fugir-lhe como um tapete voador.



Quando isto acontece, aperte o cinto, respire fundo e aceite a viagem. Porque está a crescer. O seu lugar no mundo mudou e é necessário fazer o caminho. Substitua a palavra "medo" por "desafio". Porque, se lhe é dado vivê-lo é porque está à altura de o superar. Mais, há outro lugar que requer a sua presença valiosa. Por isso, vá em frente. A vida é para ser vivida, não apenas tolerada.

Se precisar de ajuda, peça-a. Mas não se permita nunca ficar à margem de si mesmo. De si mesma.